FUNÇÕES DA PELE​

A pele é o maior órgão do corpo, protegendo contra as agressões externas. É uma barreira de proteção formada por células da epiderme e derme, secreção de sebo e suor, que fornece uma capa especial, como um manto protetor, contra fungos, bactérias, produtos químicos e físicos.

Mesmo com tanta proteção, a pele é permeável e absorve substâncias. Alguns grupos como crianças, idosos e pessoas com a pele mais fina precisam de cuidado redobrado, já que tem maior capacidade de absorção desses agentes.

Existem classificações da cor da pele por foto tipos e a mais famosa é a escala Fitzpatrick, criada em 1976 pelo dermatologista e diretor do departamento de Dermatologia da Escola de Medicina de Harvard, Thomas B. Fitzpatrick.

 

Fototipos de Pele – Classificação de Fitzpatrick

Nessa classificação, os influenciadores são a capacidade individual da pele se bronzear sob exposição solar, sua sensibilidade e sua tendência em ficar vermelha sob os raios solares, seguindo a escala:

  1. Branca: sempre queima, nunca bronzeia, muito sensível ao sol
  2. Branca: sempre queima, bronzeia muito pouco, sensível ao sol
  3. Morena Clara: queima moderadamente, bronzeia moderadamente, sensibilidade normal ao sol
  4. Morena Moderada: queima pouco, sempre bronzeia, sensibilidade normal ao sol
  5. Morena Escura: queima raramente, sempre bronzeia, pouco sensível ao sol
  6. Negra: Nunca queima, totalmente pigmentada, insensível ao sol

CONHEÇA A PELE

A pele é formada por três camadas bem unidas: epiderme, derme e hipoderme. Todas são importantes para o corpo, mas cada uma tem características e funções diferentes. Saiba mais sobre elas:

Epiderme

É a camada mais externa da pele, aquela que visível a olho nu. A principal função da epiderme é formar uma barreira protetora do corpo, protegendo contra danos externos, dificultando a saída de água do organismo e a entrada de substâncias e de micróbios no organismo. Na epiderme estão os melanócitos, células que produzem a melanina, o pigmento que dá cor à pele. A epiderme também origina os anexos: unhas, pelos, glândulas sudoríparas e glândulas sebáceas. Muito agredida por manchas de sol e pós inflamatórias de acne, por exemplo, onde são aplicados cremes renovadores, o microagulhamento, a microinfusão de medicamentos e energias ablativas para melhorar a textura e manter a superfície da pele sempre jovem e macia.

Derme

É a camada intermediária da pele, formada por fibras de colágeno, ácido hialurônico, elastina e gel coloidal, que conferem tônus, elasticidade e equilíbrio à pele, além de uma grande quantidade de vasos sanguíneos e terminações nervosas. Essas terminações recebem os estímulos do meio ambiente e os transmitem ao cérebro através dos nervos, traduzindo sensações como dor, frio, calor, pressão, vibração, cócegas e prazer. É na derme que estão localizados os folículos pilosos, os nervos sensitivos, as glândulas sebáceas, responsáveis pela produção de sebo, e as glândulas sudoríparas, responsáveis pelo suor.

Essa camada faz a sustentação da pele e é onde são aplicados os preenchimentos para aumentar a hidratação e manter a estrutura da pele, evitando as linhas de expressão. Nela também são aplicados os bioestimuladores, para o próprio organismo produzir mais colágeno e promover a reestruturação da pele, fazendo com que as células voltem a sua estrutura inicial e arranjo tridimensional de forma mais contínua e gradual.

Hipoderme

É a terceira e última camada da pele, formada basicamente por células de gordura. Sendo assim, sua espessura é bastante variável, conforme a constituição física de cada indivíduo. Ela apoia e une a epiderme e a derme ao resto do seu corpo, mantendo a temperatura do corpo e acumulando energia para o desempenho das funções biológicas.

A camada de gordura promove o aspecto de jovialidade do rosto, como é percebido nas maçãs do rosto dos bebês. Com o envelhecimento, esses aglomerados de gordura (chamados fat pads) tendem a sofrer ação da gravidade e vão formando “quedas” em certas áreas como as pálpebras, malares, ponta nasal e o contorno de mandíbula. A hipoderme é limitada por ligamentos da face que a aprisionam em áreas especificas e existem vários métodos para reposicionar esses ligamentos para a parte superior e fazer uma ancoragem da pele, mantendo um aspecto mais jovem e saudável.

Músculo

Os músculos da face estão intimamente ligados à pele na região da face e pescoço, formando a mímica facial e essa ligação acaba formando as linhas de expressão. Quando esses músculos começam a se enfraquecer, deixam de ter sua função de ancoragem da pele e ajudam o processo de flacidez. Procedimentos como o ultrassom microfocado agem criando pequenos canais de abrasão dentro do músculo, estimulando a regeneração muscular e voltando a promover a força necessária para suporte das estruturas da face.

Osso

Diversas áreas da face começam a sofrer reabsorção durante o processo do envelhecimento e modificam o relevo cutâneo, reposicionando as estruturas da face com a ajuda da gravidade e com a flacidez das estruturas. A reabsorção da arcada dentária, por exemplo, leva a um aprofundamento da parte central da face, aparentando um nariz maior e com a ponta mais caída, além do aumento da linha entre o nariz e o canto da boca, que pode parecer marcada até o queixo nos graus mais avançados.

Agende uma consulta

phone

Ligue

Niterói: (21) 2612-0277
Teresópolis: (21) 2643-0747

location

Visite-nos

Niterói: veja como chegar
Teresópolis: veja como chegar

whatsapp2-renata

WhatsApp

Teresópolis: entre em contato

Ou então escreva aqui a sua mensagem!